Dos escaninhos da mente ou Da tentativa de encaixar peças quadradas em buracos redondos

De universal
nem o conceito, nem o dilúvio,
nem o controle remoto.
De absoluto
nem o silêncio, nem o ouvido,
nem o zero, nem a verdade.
De definitivo
nem o guia, nem a versão.
Somente aversão
ao que engessa a realidade,
ao que supervaloriza a saca
e menospreza o grão.

Paulo Ferrari

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s